[E-book] Social supply chain: entenda como funciona esse conceito

Uma das principais características do nosso tempo é a imensa possibilidade de conexão entre as pessoas proporcionada pelos meios virtuais. Graças à evolução da internet e ao surgimento das redes sociais, a comunicação tornou-se muito mais fluida, dinâmica e ágil, abrindo caminho para a descentralização e o crescimento da produção de informações. E esse movimento também chegou ao mundo corporativo, sendo inserido na cadeia de suprimentos e dando origem ao conceito de social supply chain.

A partir dessa ideia de colaboração e compartilhamento de informações, o social supply chain coloca as pessoas em um lugar de destaque dentro da cadeia de suprimentos. Então, o contato que antes era mecânico, automático e se restringia apenas às empresas, agora foca nas relações humanas. Os indivíduos passam a ser protagonistas do processo, interagindo em torno do portfólio de produtos.

O crescimento inteligente é um dos principais benefícios desse modelo. Isso acontece por meio da análise dos dados gerados pelos participantes de diversos setores em relação ao portfólio disponibilizado pelas empresas, a partir dos quais as pessoas irão gerar informações de extrema valia para os diferentes agentes: fornecedor, indústria, distribuidor, revenda e consumidor.

O desafio é fazer com que a cadeia de suprimentos agregue cada vez mais o social em seus processos, ganhando, assim, proporções maiores e evidenciando a relação entres os indivíduos.

Bom, mas para que você compreenda melhor tudo o que falamos até aqui, o CEO da Collabo, Celso Ricardo Salazar Valentim, preparou um e-book exclusivo sobre o tema, esmiuçando os diversos detalhes que cercam o conceito de social supply chain.

Entre outros tópicos, o e-book aborda o conceito em si, a importância do social e a estrutura do modelo, detalhando alguns aspectos e mostrando como ela pode ser útil para as empresas. Ficou interessado? Baixe gratuitamente o material e entenda como se relacionar de maneira mais produtiva dentro da cadeia de suprimentos.

Clique e baixe o e-book sobre social supply chain